Porque você não deve revidar ou cair em provocações na sociedade atual



Temos alguma esperança agora com a saída da vermelha esquerdopata do poder, que separou o BR em pobres e ricos, gays e héteros, negros e brancos, sulistas e nortistas e principalmente homens e mulheres (vide lei do feminicídio, onde descreve claramente que vale muito mais a vida de uma mulher do que a de um homem) de que a m3rda comece a ser retirada da mente dos asnoleiros (zé povinho bitolado) massa de manobra.

Mas eu sei que a sua vontade, na hora em que é vítima de algum filh0 da pu7a que te fechou no trânsito, um mau caráter que fica segregando e provocando sua ira no ambiente de trabalho/ faculdade ou até mesmo algum asno querendo briga real por motivo nenhum...é ter uma arma e dar um balaço no meio da testa do vag@bundo(a) e acabar com o problema. Eu sei que a sua vontade é dar um soco monstro no meio do queixo de quem te ofende, eu sei que a sua vontade é dar uma bicuda bem no fígado daquele infeliz que fez algo imbecil e danoso para você. Mas nunca caia nessas tentações. Ou seus 5 segundos de nervosismo custarão dívidas e penas para o resto de sua vida.

Uma vez, ao chegar com o carrinho de supermercado no caixa, naquela desorganização de filas como são a maioria dos lugares aqui no BR, meu tio se posicionou ao mesmo tempo que uma velha gorda sebosa e estressada chegava. Ficamos lado a lado. Na hora de passar as compras meu tio alegou ter chegado ali primeiro. Aí foi como acender a fogueira: a mulher estourou em raiva querendo aquele lugar na fila como o último lanche da vida dela. Bateu o pé, fez escândalo e quando iam partir para os xingamentos eu, com a cabeça mais fria e não muito surpreso de nos depararmos com pessoas assim, tirei meu tio dali e puxei-o para um outro caixa.

Dependendo do que ele dissesse ou fizesse naquele momento, até eu poderia me estrepar com a situação. Pois cheguei a ver os olhos vermelhos de ódio daquela bruxa nervosa e infeliz, que nem es7uprador tarado ia querer comer, mirando raivosamente meu tio que já tem uma certa idade e tem problemas de pressão alta.

Em uma outra situação, dentro de um banco, uma mulher, ao ver um senhor idoso tendo a preferência para cortar a fila e ir para o caixa de autoatendimento, xingou-o imediatamente por ela perder a vez. O maridinho murchão dela nada fez. Mas este senhor idoso não se alterou e foi até parabenizado pelas pessoas ali próximas por seu surpreendente autocontrole.

Na p0rr4 do trânsito, por exemplo, principalmente nas médias e grandes cidades, existe uma verdadeira luta pelo mínimo espaço disponível, ninguém no volante está preocupado com outro alguém também no volante ou a pé, atravessando uma rua. O importante é o caminho livre, dirija como dirigir e f0da-se o espaço do outro.

E aqueles caras dando descaradamente em cima da namorada do outro em festas? Muitas vezes o objetivo não é somente a autoafirmação pelo próprio p3nis e sim arrumar confusão para se alimentar de adrenalina, doa a quem doer em quem ali estiver. Já vi casos onde um cidadão de bem que revidou numa discussão está pagando pena há anos, até hoje e não consegue emprego.

Já vi também muita, mas muita gente se dando mal fronte a atitudes nitidamente provocativas no ambiente de trabalho. Muita gente é inocente na questão de se ter um “bode expiatório” para acelerar o processo de desligamento de funcionários. Eu compararia este ambiente ao gramado do futebol, onde existe sempre a intenção de provocar cartões amarelos e expulsão do adversário. Pois é! É só ficar mais ligado que você perceberá quando isso acontecer perto de você!

Existe algo de curioso em algumas pessoas consideradas “normais” no meio em que vivemos: desejam saber como o próximo reage a situações de conflito e BUSCAM tal conflito. Uns para se garantirem com gritos, como se fossem verdadeiros macacos líderes de bando (mas que na verdade são os mais m3rdas e complexados), outros para alterar o sistema neurológico de outrém e tentar f0der com a saúde de alguém mesmo. Alguns têm prazer nisso.

E é claramente intencional, por isso não se deve “dar linha” para que tais atritos aconteçam de forma mais venenosa para si mesmo. Creio que há uma certa psicopatia enraizada nessa popularesca “ver o circo pegar fogo”, afinal muitos levam uma vida tão pobre de espírito que passam a tentar aplicar as cenas que viram na novela no dia anterior...na vida real.

O controle emocional é imprescindível nos dias de hoje e é muito mais fácil na sociedade em que vivemos arrumar prejuízos do que ganhos, portanto a resposta para o título deste texto é: porque tem muita gente em todos os lugares atrás de confusões mesmo, a fim de conseguir indenizações de forma fácil e oportunista, autoafirmação e “aterramento” das frustrações na vida...por um simples confronto, pelo motivo de fatalmente não ter NADA a perder.

4 comentários :

  1. Muito bom o texto extremanente importante pra viver hoje em dia.

    ResponderExcluir
  2. Texto de utilidade pública, num país de merda como o Brasil aonde a Lei não pune de verdade os criminosos, o melhor é evitar confrontos urbanas, justamente por que muitas pessoas como bem disse o texto, "não tem nada a perder na vida" e por isso vão para o tudo ou nada numa discussão, e nós cidadãos de bem que prezamos pela familia, pelo emprego e pela vida, não podemos nos degladiar e sermos prejudicados por marginais

    ResponderExcluir
  3. dia desses no trabalho acabei me irritando com um cara que sabia do quanto aquilo me afetava que estava dizendo e sabia que o "nosso" colega de trabalho que estava ali zombava sobre isso e eu não me dando bem com ele.. fora que achei uma falta de caráter eu que era pra ser basicamente muito mais amigo dele do que o outro (que ele fala mal nas costas) ser o alvo das chacotas maliciosas...
    Dentre isso tudo vem minha chefe me pedir pra realizar uma tarefa muito pior do que a que eu e os dois estavam fazendo nisso não me aguento e solto : volta pra sua terra , ****** chato.
    (Preserve os dados do que chamei para não virar bairrismo aqui)
    agora estou ligeiro com ele falando apenas o básico e não confiando em seu caráter...

    ResponderExcluir
  4. Cara obrigado por esses textos, eu nunca fui da real nem nada, mas acompanhava os textos, depois de um tempo so começou a ter cara doente, misogeneo e a porra toda.
    Não precisamos vira o capitão salvador do mundo, mas so ter consciência e deixar que a coisa role

    ResponderExcluir