Quem são os contaminadores sociais










Em muitos dos meus textos cito esta expressão "contaminadores sociais", então resolvi descrever detalhadamente QUEM SÃO estes can@lhas que vivem no meio de nós, mas objetivam sempre destruir o que até agora deu certo para a humanidade, além de deturpar, inverter valores e tentar lavar o cérebro dos mais vulneráveis a serem manipulados.

- Homens que ajudam e facilitam mulheres a serem pu7@s: não estou falando de cafetões e sim de caras que elogiam uma mulher promíscua vendendo a ela a ilusão de que o certo é ser "fácil" sexualmente e que são "independentes e livres" rodando por aí. Conheço caras p1nt0s loucos que não param em namoro nenhum e sempre soltam que "mulher tem que dar mesmo!". Obviamente por interesse unicamente sexual estes inúteis contribuem também para a desvalorização da moral feminina. Já escrevi um texto sobre isso aqui http://verdadesinconvenientesblog.blogspot.com.br/2015/12/deixe-de-ser-uma-mulher-idi0ta-homens.html detalhando o porque e quem são estes "homens".

- Gays (não os que pregam gayzismo propriamente, mas...): apoiam a promiscuidade feminina para mais homens se decepcionarem em relacionamentos sérios e aparecerem "disponíveis" a eles. Uma utopia e ilusão bem semelhante à algumas femininas. Não estou mencionando TODOS, excluo aqueles que vivem suas vidas na boa, sem oferecer ideologias ruins ao círculo social em que vivem. Mas outros, por parecerem inofensivos, sequer passam na linha de desconfiança de mulheres. Estes são os que apoiam que uma mulher seja rodada e fácil para que de fato futuramente seja rejeitada pela sua fama de dadeira. São os que geralmente dizem: "- Vai lá miga, arrasa e dá bastante mesmo!". Ou com palavras parecidas. Pois a maioria têm inveja de mulheres por...terem nascido mulheres!

- Gays que pregam o gayzismo: seja no congresso nacional criando cartilhas DESeducativas LGBT's, seja militando ou querendo empurrar a filosofia de que TODOS têm de virar gays e que isso é o mais correto para a sociedade. O que vocês acham que muitos querem dizer com "toda forma de amor é válida" ? Entre outras coisas, pedofilia! Preste atenção e veja por um ponto de vista diferente que o da massa!

- Feministas: por motivos óbvios. Feministas pregam ódio a homens e à deturpação do machismo. Se depender delas o simples fato de nascer homem já será considerado crime, pois o movimento feminista moderno NÃO luta por direitos iguais e sim pela supremacia da mulher perante ao homem. Além de apoiar gayzismo, aborto, sexo livre e consequentemente a DESVALORIZAÇÃO da mulher.

- Mulheres rodadas e dadeiras: querem equalizar a "rodagem" delas com as demais para não ficarem atrás numa possível competição sexual em relação a pretensão dos homens. Querem igualar todas as outras a elas e por isso incentivam as demais mulheres diretamente a promiscuidade.

- Defensores de bandidos: os que acham que marginais que roubam e matam no BR são "vitiminhas" da sociedade e precisam de amparo e suporte. Certamente o fazem porque há algum interesse por trás. É gente suja, imunda e sem escrúpulos, vestidas em pele de cordeiro tentando manipular os mais ignorantes. Se depender destes can@lhas defensores de gente ruim o cidadão de bem vai ter que trabalhar mais para pagar mais impostos para sustentar mais presidiários e menores infratores. E de quebra ficar preso em casa, pois também defendem o desarmamento. São corruptos. Para estes hipócritas um menor assassino não pode ser preso porque não sabe ainda o que faz, mas pode votar para eles mesmos nas eleições.

Para fechar o texto concluo com um comentário que recentemente fiz em uma página que mostrava a foto de um evento pré carnaval, a qual uma mulher seminua estava sendo chup@da por um homem, em meio ao público, no alto de um camarote:

Os "contaminadores sociais", aqueles que pregam o gayzismo e promiscuidade, vomitarão aqui dizeres de que "ela é livre, o corpo é dela e ela faz o que quiser". Espero que estes vermes nunca venham a ter uma filha, porque possivelmente teremos uma geração de pr0stitutas gratuitas.

7 comentários :

  1. esse texto cai como uma bomba na cabeça desse pessoal que defende a promiscuidade.

    ResponderExcluir
  2. Este texto reflecte muito da dinâmicas social existente hoje.

    Mas se permite, gostaria de acrescentar algumas coisas, como por exemplo a comunicação social, que foi quem disseminou muito este comportamento de promiscuidade.
    A comunicação social foi em muito, responsável pelo actual estado de coisas, foram eles que disseminaram este tipo de comportamento na sociedade.
    A sociedade antes do aparecimento da televisão, das revistas fúteis, era uma, depois passou a ser outra.

    A perda de poder da Igreja católica também teve um grande peso na situação.

    Para o homem comum, acho que não vale a pena casar, pois a mulher não está preparada para isso.A mulher como ser egoísta, infantilizado, fútil, sonha com o dia do casamento, para mostrar á sociedade, ás "amigas", mas depois de se apagarem os holofotes, a mulher no dia a dia, revela-se um autêntico demónio.
    A mulher comum de hoje, é de um grande egoísmo, egocentrismo, em que o homem só serve para satisfazer as suas emoções.
    Quando se acabam as novidades, as emoções, a mulher começa a ficar entediada, começa a dizer que já não sente o mesmo, que precisa de tempo,e consequentemente começa a ter um comportamento de nojo, para infernizar a vida do homem, para que surjam conflitos, para ela poder sair fora sem peso na consciência.
    Esta é generalidade da mulher da actualidade, uma mulher que anda ao sabor da última moda difundida pela midia, uma mulher sem caráter, sem ética, de baixos valores. A mulher sempre teve estas características, a diferença, é que havia valores sólidos na sociedade, que impunham limites ás mulheres.
    Sem limites,sem valores sólidos, a mulher enlouquece, perde-se.
    A mulher tornou-se numa máquina de errar, e tenta impor ao homem a aceitação desses comportamentos.

    Coloco aqui uma fantasia de uma mulher moderna, que contou isto com toda a naturalidade, como se fosse algo normal, por aqui pode-se verificar o grau de loucura da mulher actual.
    O que vou relatar considero altamente ofensivo e degradante, por deixo aqui o aviso a pessoas susceptíveis de se impressionarem, para que não leiam.

    O sonho, dessa mulher é o seguinte, ter sexo com um desconhecido, com o marido a assistir.

    Isto é o nojo da mulher actual.


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bom seu comentário, é isso mesmo!
      Tenho um vizinho que começou namorar, fazia tudo, cinema, shows em camarotes, viagens, etc. Quando não pode mais sustentar a situação, a namorada começou com essa de que o namoro caiu na rotina, que não gosta mais como antes enfim... Até terminar.

      Excluir
  3. Os dois tipos de mulher tem que existir, as vadias (putas) e as recatadas do lar, até Santo Agostinho pregava a necessidade e utilidade da existência das prostitutas ou vadias (cuncumbinas).
    Agora se o cara não gosta de comer, tudo bem, a gente respeita, mas as vezes a mulher do lar não curte muito dar, e se o cara não tiver uma vadia pra comer de forma fácil e sem compromisso vai acabar se separando da mulher que ama e que o ama.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que merda cara, como assim vadias tem que existir? Tu é louco?

      Excluir
    2. Vc é o típico contaminador social.Percebe-se isso claramente nessa sua fala cretina seu verme imundo.

      Excluir
  4. Argumentar com feministas é perda de tempo. Quando não é o vitimismo costumeiro, os argumentos delas se baseiam em retórica e manipulação emocional. Então o negócio é tirar pedaço delas.
    Caso: Feminista militando pelo aborto.
    Procedimento: Diga que "sempre aconselho meus amigos a não se relacionarem com feministas, pois uma mulher que é capaz de matar friamente o próprio filho por conveniência, o que ela não fará com o parceiro?". A maioria delas entra na defensiva depois disso.
    Caso: "Cultura do estupro/Todo homem é estuprador (em potencial)."
    Procedimento: Pergunte se ela já apresentou denúncia contra o pai dela, pois o fato de ela existir é prova de que a mãe dela foi estuprada, mas esta irá negar pois sofre de misoginia internalizada.
    Caso: "Apontar comportamento de risco como facilitador da ação dos criminosos é culpar a vítima pelo crime em si";
    Procedimento: Informar que segundo a lógica dela, quando banhista ignora avisos de tubarão e fica sem a perna, ele não tem culpa, tubarões é que deviam ser ensinados a não comerem banhistas. As menos retardadas irão retrucar que tubarão é um bicho, e estuprador é gente. Diga que está surpreso por uma perita em estupro nunca ter ouvido falar em "predador sexual".
    Caso: "Investigar a acusação é culpar a vítima".
    Procedimento: Imediatamente, acuse a feminista de ter te estuprado, e diga que não precisa provar, porque ter que provar é culpar a vítima. Isso evidenciará publicamente que a feminista é hipócrita e desonesta, pois é prova de que as mesmas defendem foro privilegiado para as mulheres ao invés de igualdade, e que elas jamais se sujeitariam ao tratamento jurídico que elas querem impor aos homens. A maioria irá surtar nessa, pois não há argumentos.

    ResponderExcluir