Sobre o "Você ainda mora com seus pais?"






"- Nossa! Você tem X anos e ainda mora com os pais?"
Esta pergunta certamente já lhe foi feita ou você ouviu essa indagação perto das pessoas com quem convive. Então leia o relato que um seguidor o qual sempre colabora para a página Verdades Inconvenientes escreveu a seguir:
-------
Eu tenho 35 anos e namorei sério algumas vezes. Em alguns namoros as minhas ex namoradas até mencionavam casamento, mas daquele jeito, né: "ainn, casa comigo, amor?". Eu sempre respondia: caso. Mas nunca nenhuma mereceu que esta ideia se tornasse realidade.
Antigamente se comprava uma casa a dois. O casal se empenhava em planejar as despesas juntos para que o sonho fosse realizado. Em famílias mais antigas o pai da mulher ajudava financeiramente na compra de uma casa/ terreno para que o casal se estabilizasse nos gastos e conseguisse "decolar" uma vida estável em união. 
Tudo bem, o tempo passou e hoje em dia as dificuldades são maiores. Ainda mais para se adquirir uma casa SOZINHO(A). Por isso que tradicionalmente tanto o dinheiro aportado da mulher quanto o do homem eram investidos de forma igualitária na aquisição de um imóvel. E não tinha essa de a mulher se sentir, perante à sociedade, uma b0stolona que casou com um pobretão.
Mas como eu (e vários caras na mesma situação) podemos querer isso se não há mulheres disponíveis viáveis para relacionamento sério e menos ainda engajadas em dividir as despesas para se ter uma casa, como era na época de nossos pais, se elas hoje em dia exigem que o cara já venha pronto (muitas vezes bem rico!) com casa, carro na garagem e até cães brincando no jardim? Além de outras exigências? Praticamente impossível!
Não é mais uma "vergonha", como a sociedade vê, o fato de cada vez mais filhos (que não tem condições financeiras de arcarem sozinhos com gastos para ter a casa própria e saírem da "barra da saia da mãe") morando com os pais, por conta da falta de mulheres interessadas em compartilhar dos "apertos" para se crescer a dois e sim só querendo desfrutar das conquistas, dos prazeres e dos benefícios que um homem "pronto" financeiramente para elas pode proporcionar.
Na boa, sinto realmente pena de certos caras que vi se casarem com mulheres que, depois do casamento, se revelaram interesseiras daquelas que fizeram questão até de comprar as flores mais caras para colocar na igreja no dia do casamento. Uns então estão pagando pensão para filhos que sequer fizeram 5 aninhos. Outros mais "cegos" ainda estão fazendo hora extra toda semana para poderem comprar aquele carro que a esposinha exige, ou fazerem aquela viagem à Europa que uma prima dela fez, sem contar as que comparam o marido das "zamigas" que dá tudo do bom e do melhor para elas com o marido delas e reclamam que não têm vida igual e precisam "infelizmente" trabalhar.
Porque eu preciso me sujeitar a isso? Porque eu tenho que seguir a "boiada" e aceitar qualquer uma só para convidar conhecidos e parentes para um churrasquinho meia boca no meu quintal, fazer parecer que estou bem e varrer as dificuldades que um casal têm para debaixo do tapete? Sou obrigado a me f0der até a cueca para satisfazer somente UMA das partes na vida a dois? 
É claro que NÃO sou contra o casamento, namoro e do compromisso como algumas pessoas pensam. É uma glória ver casais que dão certo juntos e dividem despesas, enfrentam dificuldades e brigas de forma corrente e sabem dar tempo ao tempo para que as coisas se acertem. Um dos meus sonhos é sim conhecer uma mulher que não seja como as que vemos atualmente na sociedade e me casar, planejar filhos, tê-los e viver uma vida juntos, mas não faço mais disso a prioridade, pois sei que não existe "mulher exceção". E se fizer prioridade ficarei doente procurando uma que realmente não mude depois de casar ou não faça exigências desleais para ficar com ela.
Então esta é uma realidade comum hoje em dia porque nem homens querem mais assumir compromisso pelo fato de muitas mulheres estarem tão "fáceis" a ponto deles quererem ficar na esbórnia também e pegar uma diferente a cada fim de semana.
-------
Morando com os pais ainda porque não tem ninguém que seja decente para um relacionamento sério por aí com você e porque ainda não tem uma grana para bancar uma casa morando sozinho(a)? Dê parabéns a quem encontrou alguém realmente comprometido(a) a dividir altos e baixos numa relação séria e continue investindo em si mesmo(a).

3 comentários :

  1. Ótimo texto, é o que eu realmente penso. Até estou descreditado desse tal "amor",vejo tantos casais que só uma das partes se esforçam para dar certo que chega até a desanimar. Enquanto não encontro uma mulher assim, vou focando na minha vida e me distraindo com video games, claro que saindo de casa também, socializar e me permitir a conhecer pessoas novas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. o amor não existe meu camarada no Brasil país de miséravél o cupido se transformou em capitalista

      Excluir
  2. Muitos pensam que os homens tem que possuir uma casa própria não para sua independência pessoal, mas sim porque é um passo para o casamento, construção familiar, esposas e filhos, certamente a pressão social de casar e terem filhos e muito mais forte do lado das mulheres do que os dos homens, os homens muitas das vezes vem por osmose nesse padrão social familiar, no mais, meu objetivo de vida é sim ter a minha casa própria, independência financeira, mas para mim, como prioridade estritamente pessoal, nada melhor que um Homem chegar na casa dos 30/40 anos bem de vida, estabilidade financeira e ser dono do seu próprio nariz.

    Teve uma pesquisa feita que demostra que boa parte dos homens casados são nada menos que uns capachos para com suas esposas, conclusão da pesquisa ... ( 86% dos homens disseram que suas esposas ou companheiras afetam nos alimentos que comem, 82% nos produtos que consomem, 77% em seu vestuário, 69% no carro ou moto usado pela família e 56% nos produtos de tecnologia usados... ) Ou seja, se um homem precisa de uma mulher para saber o que come ou deixa de comer, o que compra para seu vestuário, precisa da permissão da mulher para escolher o carro que vai comprar e demais produtos que consome, então que sim, case e seja feliz.

    Fonte da pesquisa. http://exame.abril.com.br/estilo-de-vida/mulher-e-quem-manda-dentro-de-casa-diz-pesquisa/

    ResponderExcluir