Cuckolds, os c0rnos assumidos: porque são assim?






O termo em inglês cuckold (cuckoo, aquela ave traída que sai e volta para dentro do relógio) representa o homem corno, o traído que gosta e até disponibiliza com prazer a própria mulher para o deleite de outros homens.
Isso mesmo, se você está sabendo disso pela primeira vez...é chocante, mas eles existem há muito tempo e criam até grupos na internet para o "compartilhamento" da parceira. Se identificam também como os homens de casais de swing (prática de troca de parceiros).
Sentem prazer em ver a mulher sendo comida por outros machos, mas na sociedade nenhum dos dois fala abertamente, nem a mulher, nem ele. Afinal as aparências precisam ser mantidas.
Os cukolds, c0rnos assumidos, pelo que analisei há um tempo, parecem possuir em seu subconsciente uma vontade de serem enr@bados pelos próprios caras que traçam suas mulheres. Na opinião de especialistas existe uma pitada de desejo em ser a fêmea da relação mas não têm força para assumir uma potencial homossexualidade, então casam-se por aparência, namoram com mulheres por aparência e escolhem as que aceitam este tipo de relação para depois desfrutarem da insanidade de se sentirem enganados, traídos.
Os cuckolds têm forte prazer em serem e se sentirem humilhados pela própria mulher, ao imaginarem ou verem a parceira sendo cortejada, seduzida e penetrada por outros machos.
Mas existem também os meio assumidos: são os que SABEM que a companheira o trai, mas nada é comentado, previamente combinado ou sequer citado. Ele têm fortes provas, mesmo que não concretas. Mas tudo fica na surdina e secretamente selado, principalmente entre ele e ela, para ninguém desconfiar ou ficar criando fofocas no círculo social o qual estão inseridos. Por parte destes meio assumidos existe também o grande medo em mencionar este assunto e perder a mulher, dando às claras seu comportamento de um homem que se se acha um merd@lhao, mas nada faz (nem se separa e nem tem coragem de pedir satisfações à mulher).
Não estou citando aqui e nem incentivando a perseguição tônica e neurótica para saber se a esposa/ namorada está fiel a um homem 24 horas por dia. Entretanto, muitos homens que não demonstram em nenhum momento da relação qualquer indício de preocupação em serem enganados pelas suas mulheres ou os que jamais deram algum sinal de que não se sentem incomodados nem um pouco com uma aproximação de um outro homem disponível à sua parceira, tendem a também aceitar situações iniciais de cukoldismo.

4 comentários :

  1. A sociedade está tão perdida, que os caras estão aceitando "qualquer coisa"... O sensorialismo acima de qualquer outro valor está demais!

    ResponderExcluir
  2. eu conheço um corno manso que não faz nada mesmo sabendo da traição da esposa kkkkkkkkkkkkk a em relação a mulheres e cornos que oferecem a própia mulher é o que mais tem tenho amigos taxista por queeu sempre ligo para eles quando preciso de taxi e eles contam cada história cabulosa de homens que oferecem dinheiro para o cara comer a mulher dele kkkkk ou seja o ganha ganha dinheiro e ainda come uma vadia, Alberto eu tenho 1 relatos que queria compartilhar na sua pagina e um texto falando sobre mulheres menos rodas na ond estão e quem são elas queria saber como posso te mandar para vc postar na pagina

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. http://verdadesinconvenientesblog.blogspot.com.br/p/contato.html?m=1

      Excluir
  3. Acho que apartir do momento que preciso pedir para minha mulher ser fiel a mim, passo a ser um banana, fidelidade não se exige, por isso nao me sinto intimidado por nenhum homem próximo, se acontecer dela me trair, nao perdi nada, tive um livramento

    ResponderExcluir