Qual é a verdade? Aproveitar a vida até o talo ou restringir cada centavo?



Qual é a "boa"? É gastar tudo o que você ganha, aproveitar tudo o que pode quando jovem ou se cuidar para um futuro seguro e saudável sabendo com eficiência administrar o que recebe?

Deve-se ter um equilíbrio em todos os âmbitos da vida: se você ingere açúcar demais vai desenvolver diabetes, por exemplo. Se ingere de menos, fica sem energia para algumas atividades do cotidiano. Se bebe demais, até vomitar (alguns se vangloriam disso) pode até dizer que você foi ao máximo do que considera como "diversão" de final de semana. Se bebe de menos, certamente não estará tendo as sensações que bebidas alcoólicas proporcionam ou está socializando de menos, afinal nem todo mundo é abstêmio. Se gasta dinheiro demais adquire dívidas. Se gasta de menos, deixa de ter algumas coisas na vida.

Para poder conquistar o tão sonhado equilíbrio na vida como o equilíbrio financeiro, por exemplo, o ideal é não se deixar "bitolar" em certos pensamentos como até abrir mão de sair para tomar um simples café com um amigo(a) pensando que assim vai economizar e ficar milionário.

Saiba dosar as oportunidades que surgem em sua vida. Tanto para não se arrepender de ter feito uma séria c@g@da que o afetou (mesmo que a longo prazo) para o resto dos seus dias, quanto se arrepender de não ter realizado suas próprias metas apontando o dedo para culpar isto ou aquilo que o impediu de chegar lá.

Nenhum comentário :

Postar um comentário