Eu tenho mais dinheiro/ poder que você. Logo, sou MELHOR que você



Um dos males da sociedade moderna, que muitos avistam como sociedade evoluída, são as atitudes de comportamentos de certos idi0t@s espalhados por aí à fora com problemas de autoafirmação.

São os mesmos que precisam sempre se sobressaírem em algo para se sentirem seguros e querem obsessivamente estar um "degrau acima" dos demais ao redor (e nunca no mesmo degrau, menos ainda num degrau inferior!).

As ações mais comuns são: se vangloriar de uma roupa nova, ás vezes de uma marca famosa (Oooohhhhhh!) que comprou; chamar o assunto para si, em uma roda de amigos usando berros ou outras "macaquices" para atrair a atenção a si mesmo; glorificar o cargo que conseguiu no emprego que ele está, mesmo que há pouco tempo, como se fosse um presidente europeu; enaltecer quaisquer conquistas que seus filhos tiveram, mesmo que sejam tarefas rotineiras simples, como se fossem super gênios e únicos a fim de desejar comparações aos filhos de outras pessoas, e outras ações que deixam claro que estes infelizes estão propondo uma certa competição por nada, por coisas completamente fúteis e inúteis.

Chega a ser bizarro a obsessão de alguns imb3cis por precisarem genuinamente "ser" melhores que seus semelhantes no ambiente que circulam, a fim de melhorar sua autoestima ou mascarar problemas com sua própria personalidade fraca, mas habilidosamente oculta.

Isso sem contar os que colocam o dinheiro que ganham, de forma direta, como seu único cartão de visitas, tanto idolatrando seus bens quanto as viagens que fez ou outras histórias de conteúdo completamente desinteressante e nunca mudam de assunto em meio a conversas com outras pessoas. O tema tem de ser sempre sobre si próprio e melhor ainda se for sobre o que ele tem. Mas e sobre o que ele é? Não, dificilmente tais mentes pobres e extremamente medíocres abordarão sobre o que REALMENTE SÃO e o que fazem para melhorar o mundo ao redor quando interagem com amigos/ colegas.

Você acha mesmo que certos indivíduos que comemoram o fútil ato de sair com uma camisa que custou bastante caro e expõe o brasão de uma marca de grife ou contam quantas vodkas pagaram para a galera em uma festa têm confiança neles mesmos?

2 comentários :

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. eu tenho é dó de pessoas que trabalham para os outros recebem ordens é pal mandado e acha que ficou rico e ainda ganha pouco, n~~ao sei o que se passa na cabeça dessas pessoas obviamente nunca pegaram em muito dinheiro pobre coitados

    ResponderExcluir