Então você só quer um drink e uma noite de sexo, moça?



É o que muitas querem (não todas, suas mimizentas que me enviam mensagem para alegar o que já sei, pois não estou relatando nos textos sobre "o total das mulheres" existentes hoje em dia e sim falo sobre uma grande parcela, a das v@di@s baratas): uma bebida paga por um cara qualquer, em uma noite qualquer...se for desconhecido, melhor e mais emocionante ainda; e depois termina-se na cama para satisfazer uma necessidade de momento, mas que crava nelas algo que nunca mais pode sair: o rótulo de mulher fácil e sem valor (sim, pessoas irão rotular pessoas enquanto seus corações baterem, ok?). Sim, crava em alguns homens também a imagem de cafajeste imprestável, porém muitas gostam exatamente deste perfil de homem, não é mesmo?

As preferências atuais femininas se resumem em: superficialidades como: aparência (se matam para conseguir aquela maquiagem e roupa perfeitas), se entregar de corpo para os homens mais bem aparentados, destacados socialmente e pegadores para ter o prazer imediato e inconsequente, esquecendo sua reputação perante a outras pessoas após o "cada um para seu canto".

Com isso estas mesmas, burr@s natas, esquecem que um homem conta para outro homem e elas ficarão praticamente para sempre sem um compromisso sério e depois ainda desejam ser tratadas como damas e mulheres inatingíveis. Isso é bizarro, mas é verdade!

Para estas mulheres estar com um bonitão (aqui pode ser até um traficante, ok?) em um evento qualquer, seja entre amigos ou família, e depois uma noite de sexo sem compromisso (talvez regada a muita bebedeira que as fazem ficar mais fáceis ainda), podendo ou não viver este momento novamente é a realização maior do ego delas. É a única vontade que este tipo de mulher tem, pois como buscam um sentimento superficial e momentâneo, conseguir segurar um "troféu" de quinta categoria, mas reluzente e dourado por alguns minutos é o máximo que ela espera.

Um comentário :

  1. Este post merece um comentário e tanto.
    O assunto certamente tem sido e foi falado em outros blogs, como o Casal Sem Vergonha, escrito pelo Daniel Bovolento - Ela também quer sexo.
    Merece também os meus parabéns o autor.

    Aproveitei e registrei o Blog no Favoritos/Bookmarks. Tenho uma vaga lembrança que já andei por aqui algum tempo atrás.

    Como meu tempo é escasso, prometo voltar e comentá-lo em outra ocasião.

    ResponderExcluir