Baladeiras reclamam que estão solteiras e sozinhas




Então você, mulher que está insanamente à procura do seu "homem que valha a pena", pula de bar em bar, de baladinha em baladinha procurando, não encontra e ainda concorda com a tese de que "está faltando homem no mercado"?

Você pode dizer: "ah, mas se eu não sair, como vou conhecer um homem"? Pois é, existe uma diferença básica entre o homem que se encontra em uma balada ou mesa de bar enchendo a cara, fumando e até ás vezes já drogado, que quer somente TE PEGAR, COMER, nada mais na noite... e um homem que realmente valha a pena e te valorizará, "investirá" em você e que servirá para relacionamento sério. Existem exceções? Eu, particularmente não conheço atualmente. Pode até existir. Mas não condeno ou contrario quem gosta de se divertir (veja bem: divertir!!!) em determinados lugares, afinal cada um faz o que bem entende.

Mas o que vale a pena mesmo, pela experiência de vida que tive vendo e ouvindo vários casos, observando as mais variadas situações, é o "investimento" naquele que está nos locais onde elas, as baladeiras, costumam não estar. Pois é! Simples assim mesmo!

Não vou ficar citando lugares, pois cada um tem uma preferência, entretanto não é em uma balada ou boteco que um cara levará uma mulher que ele acabou de conhecer ali à sério para relacionamento. Ali não é local para encontrar a mulher ou o homem dos sonhos. Entretanto, vejo por aí à fora que nenhuma das mulheres sabe disso e insistem em quebrar a cara, se "abrindo e se doando" para homens errados. O mesmo acontece com homens iludidos: acham que a mulher que encontrou ali vai parar um dia com essa vontade louca de curtir as noitadas com amigas e "amigos" e vai se dedicar exclusivamente à ele.

A vida ensina. Em todos os aspectos.

7 comentários :

  1. As pessoas pensam que a vida segue um roteiro que determinamos. Hoje é pregada uma ideia de vadiar (muitas mulheres usam a desculpa de ganhar experiência, "maturidade") e depois encontrar alguém e casar. Só que vida não segue esse roteiro.
    Além de estarem no lugar errado, será que também o tempo não está errado? Sera que a pessoa que iria te fazer feliz, você descartou para curtir sua "liberdade" com amigas(os), ou aceitar uma oportunidade de trabalho?

    ResponderExcluir
  2. kkk reclamam? será mesmo? e continuam na vadiagem , vai correr atrás dos cafagestes e ignorar os homens caseiros , vai tratar mal os homens e sair com as amiguinhas .Essas mulheres de hoje merecem isso

    ResponderExcluir
  3. nossa que interessante, vocês falam como se os sonhos das mulheres é casar com alguém, como se isso fosse tudo para elas, sinto em lhe dizer que vocês estão extremamente errados. NENHUMA mulher é submissa de um homem, vocês tem uma visão muito sexista e machista o que enfraquece seus caráter, pensando desse jeito vocês só tem a regredir, daqui a pouco farão um blog falando que negros tem que voltar para a senzala!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Comparar promiscuidade com escravidão.Meus parabéns! Tu provaste para o mundo que é possível viver sem ter cérebro.

      Excluir
    2. O que tem a negros voltarem pra senzala com o tema abordado.
      Acorda seu animal.
      Estamos falando sobre a peimiscuidade e não sobre o período sa escravidao.
      Acho que vc nao possuí cérebro. Kkk
      Bora acordar.

      Excluir
  4. Machismo e Feminismo nada , mulheres que se tornam "independentes" não ganham nada mais do que 1 vida de trabalho duro para se manter , 90% das mulheres querem 1 companheiro nas horas certas e incertas , que possa ajudar e se dedicar a ela , feminismo não leva ninguém a nada , só mais 1 mulher que por causa do feminismo daqui a uns dias vão andar nua por causa dessa merda , feminismo idiota , ta acabando com as mulheres , agora é dificil ver as mulheres com roupas compostas , é tudo short beira cu , 1 camisa em baixo dos peitos , e é normal tudo isso

    ResponderExcluir