Gosta de homens que as maltratam, mas depois reclamam que nenhum homem presta. Isso é doença mental?











O que mais se questiona em uma roda de conversa entre homens é o quão uma mulher pode ser burra. Isso mesmo, burra de pedra!


Como sabemos que as mulheres não pensam com lógica é fácil notar por aí várias que se abrem (para não dizer arregaçam) seus sentimentos e outras coisas com homens sem valor, que mal conheceram e já acreditam na lábia tradicional. Elas se rendem a encantos e itens totalmente secundários como: um corpo sarado (pensam: "sim! claro! como vou mostrar para as minhas amigas um cara que não é malhado?"), poder aquisitivo: algumas pessoas colocam isso como "ah, mas mulher tem que ver o que é melhor para ela mesmo, afinal, como o homem vai dar conforto à ela e a sua prole?" - pois é, todo mundo quer o melhor, mas... e o homem, terá o melhor da mulher ou será um mero comprador de bens materiais e tutor de festas, roupas, escola dos filhos, etc? Ou influência na sociedade: pensam: "Imagina se eu vou levar para a festa da minha família um pé rapado que tem um pai servente de pedreiro e uma mãe faxineira?".


Sim meus caros, eu já ouvi várias histórias deste gênero. Atualmente a mente de algumas delas parece mesmo estar em total retrocesso, se definhando. E aí, em um relacionamento, elas aceitam ser xingadas, deixadas para trás, enganadas, traídas e outras atitudes mais do parceiro que as fazem pensar depois que nenhum homem presta. Muitas até gostam do tratamento infernal que o imprestável a propõe. Outras não, porém estas últimas são as que mais me fazem rir com os shows de "nonsense" vomitando reclamações depois de um término de namoro, por exemplo.


Ora, se você mulher aceitou ficar com um cara que não te dava o mínimo de atenção, descobriu que ele a traía, que ele realmente não gostava de sua companhia, de sua família, de suas amigas e amigos, te tratava como um lixo humano, até em alguns casos te agredia e te levava a um estado emocional de desprezo absoluto, entre outras atitudes, não tenho outra conclusão para definir o que você se tornou. Desculpe-me, mas você é burra no nível mais baixo que existe. Burra emocionalmente e racionalmente, pois se sujeitou e preferiu ser um capacho para um homem que não merecia um por cento de seu amor ao se relacionar ou conhecer homens que realmente valiam a pena.


"Ah, mas não está escrito cafajeste na testa de cada homem". Bom, de fato não está, ninguém ainda é retardado o suficiente para tatuar isso na cara, mas uma mulher com o mínimo de controle emocional e valor SABE SIM diferenciar quem presta e quem não a fará feliz logo nos primeiros contatos e conversas. Isso de dizer que não sabia é desculpa de quem deu preferência ao "supérfluo", se ferrou e não quis assumir.

10 comentários :

  1. já conheci uma assim... "tinha" um marido ciumento-patológico-canalha (que lógico fez nela um filho), divorciou-se e passou a ser tratada como a mais baixa forma de vida desse planeta (através de xingamentos, ameaças -até de morte-, etc.).

    Vivia se queixando mas no fundo AINDA amava o vagabundo!

    No primeiro parágrafo escrevi "tinha", porque a doente voltou a casar-se com o vagabundo.

    Encontrar uma mulher decente hj em dia é como encontrar uma determinada agulha em um palheiro repleto das mesmas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tá fogo mermo, mas estamos aí, NA LUTA: não podemos desistir!
      Paz.

      Excluir
    2. e voce acha que ela e santa e nao deve ter aprontado para o cara ser desse jeito? hahahahahaha

      acredite sempre em choro de mulher

      Excluir
    3. eu percebo que na maioria nesses casos assim
      "ou vc vai ficar comigo, ou vc vai ficar com um cafajeste, esse e o preço por me negar poque eu sou bom demai e nao aceito um não"

      Excluir
    4. Não, velhota do Anônimo30/09/16 04:05. Isso é relativizar. Vc curte cafajestes? Pague o preço de ser chifrada ou trocada e usada como depósito de p0rra então. As mulheres que escolheram os bons estão lá satisfeitas e casadas c seus maridos e não tentando justificar a péssima escolha que as outras mulheres, as "modernas" fazem em relacionamentos, aqui no Blog

      Excluir
  2. Ótimo texto. Bem que eu vinha pensando nisso esses últimos dias. triste fim para as mulheres que agem desta forma.

    ResponderExcluir
  3. uma ex namorada minha tinha 2 filhos, um deles infelizmente tinha um problema físico porque o pai dele batia na guria quando estava grávida. certo dia inventei de chama lo de vagabundo e quase apanhei dela. - "voce não conhece ele!" larguei mão claro, e mulher com filhos never more

    ResponderExcluir
  4. Mascus vivem atrás das loiras bombadas e vulgares que dão corno e pontapé neles e depois falam que mulher não presta e nçao gosta de homem bonzinho. Mascus vão procurar mulheres que gostem de vc, mesmo que a aparência delas não te agrade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Suma daqui feminazi peluda e fedida mal amada

      Excluir