Destaques

Porque os homens não querem mais namorar/casar/ compromisso?

Para escrever este texto até me ajeitei melhor na cadeira aqui, pois as abordagens são infinitas para esse tema. Existem dezenas de motivos para homens e mulheres da sociedade moderna não quererem sequer ouvir sobre relacionamento sério, compromisso e pior ainda quando se fala em casamento...

Nem todos estão aptos para ouvir verdades

Este é mais um texto que vou direto ao ponto: quando você diz a verdade, fará menos amigos e repelirá algumas pessoas ao seu redor. Isso é fato consumado.A grande maioria das pessoas preferem viver em um mundo de ilusão do que enfrentarem a verdade...

Existem 3 tipos de mulheres atuais

Eu não sei se existem mais mulheres consideradas "normais" atualmente. Então resolvi detalhar os únicos três tipos de mulheres e seus respectivos objetivos em suas vidas que observo dentro de nossa sociedade, de forma resumida...

As pessoas não confiam mais umas nas outras para relacionamento?

É muito comum ficar sabendo de vários términos de relacionamentos hoje em dia devido ao fato de pessoas vazias que não têm nada de melhor para fazerem em suas vidas e ficarem levando e trazendo informações sobre terceiros. Por isso que revistas de famosos vendem bastante...

Homens inteligentes e espertos espantam e afastam as mulheres v@di@s?

Em certas experiências é notório que um homem, que sabe sobre trapaças emocionais femininas, sequer precisa abrir a boca para muitas mulheres v@di@s perceberem, em algum momento, que "ah...dali não vou conseguir tirar nada ou me dar bem"...

Sobre a "atitude". Ela não é tudo e pode te fazer um imbecil que se acha










Nunca abra mão de ter uma visão bem realista quando o assunto é a atitude masculina na conquista da aceitação feminina. Muitos inocentões ainda esperneiam revoltadinhos quando leem ou ouvem que isso de ter a tal atitude NÃO é o que importa porque eles aparecem com relativismos e histórias de que o zé mané pegou a mocinha linda do bairro mesmo ele sendo baixinho, bonezinho na cabeça e pé de chinelo. Bem, isso tem um nome: falta de alternativas.

É claro que nenhuma mulher escolherá um lixo de homem (pobre, feio, sem nenhum atrativo) porque ela QUER. E sim porque - “é o que tem pra hoje” - bordão que muitas usam nas redes sociais para descrever tal situação em que não a contentará ou satisfará... mas que é a opção mais “alcançável” para ela. Assim como a única opção acessível para um homem carente e sem qualidades interessantes na visão feminina moderna é uma gordona velha relaxada e esbagaçada ou pior.

Já viu mendigo com atitude fazer sucesso com a mulherada, por exemplo? Então não seja trouxa!

Charlatães usam isso para enganar e vender livros, eles ditam que existe uma "fórmula mágica" que qualquer um vai pegar qualquer mulher que quiser fazendo "macaquices" da sedução. A prática é outra e você mesmo pode visualizar no dia a dia, eu não vou ficar aqui enchendo o texto de relatos verídicos ou explicar o porque a teoria ilusória não se confirma.

Como eu escrevi em vários textos por aqui: não estamos mais na era das cavernas onde o homem metia a paulada na cabeça da mulher e a levava para a toca arrastando-a (ou algo parecido). E nem na era do: “papai arrumou um marido pra você...deve se casar com este aqui”. Hoje existem leis e regras sociais a serem cumpridas e É A MULHER QUEM DECIDE o que vai rolar. Se você, homem, forçar algo...é es7upro e será penalizado por qualquer atitude que seja contrária a vontade dela. Então REFLITA e APRENDA de uma vez!

Anote num lugar onde você possa ler isso sempre: uma mulher JÁ DECIDIU se vai ficar com um cara ANTES MESMO dele chegar nela. Entenda aqui que o "ficar" representa aprová-lo ou não para relacionamento, seja casual, eterno, a 3, a 2, de forma selvagem, inversão, qualquer m3rda que seja. Esta é a realidade, apesar de muita gente não querer enxergar e fatalmente me xingarão nos comentários (estou acostumado).

Atitude é o car@lh0. Quer queiram ou não. Se você duvida, jogue o jogo/ pague para ver!

Não, não é você quem precisa mudar









Só não enxerga quem é extremamente imbecil e conduzido(a) bovinamente pela massa já "contaminada" e frágil intelectualmente. Cada vez mais certos burros de charrete humanos fazem um papel totalmente desnecessário e ridiculamente bizarro para serem aceitos no meio social em que vivem. E isso é prejudicial, porém poucos percebem.

Abaixo algumas situações comuns que você, leitor, já deve ter presenciado ou ao menos suspeita de que esteja acontecendo à sua volta:

- Você não precisa ser uma pu7a igual suas "zamigas": cheguei a ver mulheres tristes por não consentirem com atitudes putânicas de amigas. Mas elas viam as outras sair, beberem até cair e serem levadas para o "abate" (sexo) com desconhecidos facilmente e seguirem a vida normalmente no dia posterior achando que a felicidade estava ali. Ou viam outras traírem seus parceiros sem pena nenhuma e duvidarem se o sorriso estampado na cara das traidoras v@dias era realmente de felicidade ou de “escape” por não ser amada de verdade pelo namorado/ marido e levar uma vida sentimental desgraçada. As tais “bem resolvidas” mais mal resolvidas e hipócritas já vistas.

Eu digo sempre: você é responsável por suas ações, pode fazer o que quiser da vida, porém sua reputação entre as pessoas que te conhecem ou sabem o que você fez não pode ser mudada. Ninguém tem o poder de apagar a memória que está registrada na cabeça de outro alguém. Então quando estiver num shopping, por exemplo, e ver um grupo de caras olhando para uma certa mulher e rindo (todos) fatalmente é porque já sabem o que ela fez e que não vale nada.

É como sentir na pele a dificuldade de encontrar um emprego por ser ex presidiário. É como cair na real sabendo que não são as ex atrizes pornôs que têm o segredo de como ser feliz a dois ou como “segurar um macho”.

- Você não precisa mudar seus hábitos para encontrar e manter um(a) namorado(a): se você tiver de mudar, é porque a outra pessoa não lhe é compatível. Isso tem que ser visto LOGO DE CARA.

Relacionamento f0did0 e com os dias contados é aquele em que uma das partes diz: - “Você tem que mudar, senão...” (ameaça/ chantagem). Tenha paciência até achar alguém que NÃO te obrigue a fazer o que não gosta. Não seja um(a) m3rda de pessoa. Ou prefira a própria companhia mesmo.

- Você não precisa entrar em coma alcoólico nem botar seu p@u em qualquer buraco pra provar que é homem: o que mais ando vendo por aí atualmente são molecotes fracos de mente “surfando” na onda dos mais sacanas e se f0dendo, tanto socialmente, de uma forma geral, como com mulheres. São iguais a ovelhinhas tosadas e arrastadas pela direção do bando: fazem de TUDO para serem "aprovados", uns talvez até topem lamber m3rda dos que eles acham que são referência!

Somente em raros casos profissionais você vai ter que mudar seu jeito de se vestir, falar e agir por forma de sua bagagem intelectual, porque hoje em dia o convívio no campo profissional virou política, mistura/ conflito de ideias e também adaptação ao ambiente.

Lembre-se daquela cena daquele filme em que há um buraco enorme em um campo e a multidão caminha a passos rápidos caindo para dentro dele. Você sabe porque está indo na mesma direção deles?

Se pergunte isso sempre.

Estar preparado, com visão diferenciada e conhecedor dos novos humanos tem um preço









Às vezes a armadura fica pesada demais para carregar junto ao corpo, afinal, sou humano.

Nela há notáveis riscos e marcas bélicas sociais e eu sei o que significam cada uma destas avarias, afinal, sou humano.

Tem horas em que é difícil acreditar que tudo de ruim que acontece hoje em dia à nossa volta é real. Chega a ser desmotivante, mas ao mesmo tempo desafiante e assustador, afinal, sou humano.

Saiba que em determinados momentos da vida não suportará o peso do seu escudo. Então o escorará em algum lugar. Só por um pequeno período de tempo, afinal, você é humano.

Porém, acredite: és privilegiado.

Entretanto, o mais importante é nunca cair de novo na piscina de ilusões que nos jogaram desde que nascemos, aquela mesma que já está bem cheia de gente, sem espaço até para aquela velha escadinha. Mas que você conseguiu sair a tempo, pagar o preço e nunca mais ter a visão obstruída.

Porque você não deve revidar ou cair em provocações na sociedade atual



Temos alguma esperança agora com a saída da vermelha esquerdopata do poder, que separou o BR em pobres e ricos, gays e héteros, negros e brancos, sulistas e nortistas e principalmente homens e mulheres (vide lei do feminicídio, onde descreve claramente que vale muito mais a vida de uma mulher do que a de um homem) de que a m3rda comece a ser retirada da mente dos asnoleiros (zé povinho bitolado) massa de manobra.

Mas eu sei que a sua vontade, na hora em que é vítima de algum filh0 da pu7a que te fechou no trânsito, um mau caráter que fica segregando e provocando sua ira no ambiente de trabalho/ faculdade ou até mesmo algum asno querendo briga real por motivo nenhum...é ter uma arma e dar um balaço no meio da testa do vag@bundo(a) e acabar com o problema. Eu sei que a sua vontade é dar um soco monstro no meio do queixo de quem te ofende, eu sei que a sua vontade é dar uma bicuda bem no fígado daquele infeliz que fez algo imbecil e danoso para você. Mas nunca caia nessas tentações. Ou seus 5 segundos de nervosismo custarão dívidas e penas para o resto de sua vida.

Uma vez, ao chegar com o carrinho de supermercado no caixa, naquela desorganização de filas como são a maioria dos lugares aqui no BR, meu tio se posicionou ao mesmo tempo que uma velha gorda sebosa e estressada chegava. Ficamos lado a lado. Na hora de passar as compras meu tio alegou ter chegado ali primeiro. Aí foi como acender a fogueira: a mulher estourou em raiva querendo aquele lugar na fila como o último lanche da vida dela. Bateu o pé, fez escândalo e quando iam partir para os xingamentos eu, com a cabeça mais fria e não muito surpreso de nos depararmos com pessoas assim, tirei meu tio dali e puxei-o para um outro caixa.

Dependendo do que ele dissesse ou fizesse naquele momento, até eu poderia me estrepar com a situação. Pois cheguei a ver os olhos vermelhos de ódio daquela bruxa nervosa e infeliz, que nem es7uprador tarado ia querer comer, mirando raivosamente meu tio que já tem uma certa idade e tem problemas de pressão alta.

Em uma outra situação, dentro de um banco, uma mulher, ao ver um senhor idoso tendo a preferência para cortar a fila e ir para o caixa de autoatendimento, xingou-o imediatamente por ela perder a vez. O maridinho murchão dela nada fez. Mas este senhor idoso não se alterou e foi até parabenizado pelas pessoas ali próximas por seu surpreendente autocontrole.

Na p0rr4 do trânsito, por exemplo, principalmente nas médias e grandes cidades, existe uma verdadeira luta pelo mínimo espaço disponível, ninguém no volante está preocupado com outro alguém também no volante ou a pé, atravessando uma rua. O importante é o caminho livre, dirija como dirigir e f0da-se o espaço do outro.

E aqueles caras dando descaradamente em cima da namorada do outro em festas? Muitas vezes o objetivo não é somente a autoafirmação pelo próprio p3nis e sim arrumar confusão para se alimentar de adrenalina, doa a quem doer em quem ali estiver. Já vi casos onde um cidadão de bem que revidou numa discussão está pagando pena há anos, até hoje e não consegue emprego.

Já vi também muita, mas muita gente se dando mal fronte a atitudes nitidamente provocativas no ambiente de trabalho. Muita gente é inocente na questão de se ter um “bode expiatório” para acelerar o processo de desligamento de funcionários. Eu compararia este ambiente ao gramado do futebol, onde existe sempre a intenção de provocar cartões amarelos e expulsão do adversário. Pois é! É só ficar mais ligado que você perceberá quando isso acontecer perto de você!

Existe algo de curioso em algumas pessoas consideradas “normais” no meio em que vivemos: desejam saber como o próximo reage a situações de conflito e BUSCAM tal conflito. Uns para se garantirem com gritos, como se fossem verdadeiros macacos líderes de bando (mas que na verdade são os mais m3rdas e complexados), outros para alterar o sistema neurológico de outrém e tentar f0der com a saúde de alguém mesmo. Alguns têm prazer nisso.

E é claramente intencional, por isso não se deve “dar linha” para que tais atritos aconteçam de forma mais venenosa para si mesmo. Creio que há uma certa psicopatia enraizada nessa popularesca “ver o circo pegar fogo”, afinal muitos levam uma vida tão pobre de espírito que passam a tentar aplicar as cenas que viram na novela no dia anterior...na vida real.

O controle emocional é imprescindível nos dias de hoje e é muito mais fácil na sociedade em que vivemos arrumar prejuízos do que ganhos, portanto a resposta para o título deste texto é: porque tem muita gente em todos os lugares atrás de confusões mesmo, a fim de conseguir indenizações de forma fácil e oportunista, autoafirmação e “aterramento” das frustrações na vida...por um simples confronto, pelo motivo de fatalmente não ter NADA a perder.

O que há por trás do "você tem que aproveitar a vida"


O mal que faz a cegueira social

Os odiadores chapadores, alcoólatras irrecuperáveis, p1nt0s loucos, p0rr@s loucas, viciados, rodadas rodeadas de “zamigas” rodadas, iludidinhos em relacionamentos, cuckolds (c0rnos assumidos) e afins virão me atacar por este texto, mas não estou nem aí, f0dam-se todos! A mensagem será passada mesmo assim!

Nem todas as ocasiões sociais fazem de você uma pessoa f0d0na e inclusa numa rede de amizades, negócios, família ou até em um ambiente acadêmico. Neste último é mais frequente acontecer, mas em todos os momentos, se você não souber LER cada uma das situações estará agindo como um macaco que repete os movimentos dos demais. E se souber menos ainda, estará se auto detonando e auto sabotando. ENTÃO SAIBA ENXERGAR, CAR@LH0! E CONTINUE LENDO PARA APRENDER, P0RR4!

Imagine alguém bem filh0 da pu7@ (o que não é difícil de se encontrar na sociedade moderna) com muitos problemas pessoais, financeiros e de relacionamentos. Agora imagine que você tem amizade com esta pessoa. E agora imagine que você é alguém bem sucedido(a), admirado(a) profissionalmente, tem uma família encantadora e vive de forma estável com seus ganhos/ gastos. O que você acha que despertará, em algum momento, nesta pessoa com vida de desgraçado? Obviamente NÃO é admiração e sim inveja, desejo de que você não estivesse em um “nível” acima e com uma vida sem muitos problemas. Mas por quê isso?

Pelo fato de que no fundo das vontades, ideologias e pensamentos humanos “modernos” é inaceitável que, ao se olhar para o lado não se veja uma pessoa em condições iguais ou piores. Acha que mansões são construídas no meio das favelas (e vice versa)? Claro que não! Tenha malícia! Deixe de acreditar em m3rdas que passam na TV! Caia na real e observe ao seu redor!

Explicando em detalhes: é como já escrevi em um outro texto anteriormente publicado: ás vezes podemos perceber claramente em nossas vidas algo como se enterradinhos na ilusão que estivessem dentro de uma piscina cheia de m3rda ficassem te chamando: Hei! Pula! Pula que tá gostoso aqui!

Vou direto para os exemplos:

- Te chamam para beber: você vai dizer: p0rr4! Nada demais, vou jogar conversa fora com uns amigos, beber uma boa cerva! Sim, obviamente estas interações podem lhe fazer bem, EU mesmo gosto de beber com amigos e sempre que podemos vamos a um bar e ficamos ali conversando, falando sobre mulheres, esposas, namoradas, o mala do chefe, futebol, política, zoeiras, etc.

Mas por trás de fazer você beber junto com alguns, com uma certa frequência e em certas ocasiões se torna interessante a partir do momento que você passe a ver a situação com outra ótica: soaria como uma "equalização" da forma física e estilo de vida de tal pessoa. Compreenda um certo "seja alcoólatra também, não me deixe sozinho nesta m3rda de vida a qual tenho de beber para esquecer meus problemas quase todos os dias. Crie uma pança horrenda como a minha, para eu não me sentir um lixo".

Fazer uma “social” muitas vezes é importante. Mas...é preciso ter uma visão diferenciada para enxergar que por trás de toda interação há uma INTENÇÃO INDIVIDUALISTA meio que pedindo um certo socorro.

Vejo uma penca de homens que se reúnem de segunda à sexta-feira, no mesmo bar, quase no mesmo horário, no fim da tarde e fico imaginando o quão deve ser uma m3rda a vida deles para não voltar para a casa e descansar em seus lares com as respectivas parceiras. Veja bem: eu disse DE SEGUNDA À SEXTA-FEIRA!
- “Você tem que aproveitar a vida! Bora chapar de novo! F0da-se se bebi a semana inteira. F0da-se meu fígado ou meu controle sobre o álcool, passa lá do bar hoje!”
- Vou pensar se preciso realmente disso e o que vou, de fato, aproveitar.

- Promiscuidade feminina: aqui é preciso uma legenda: mulheres P = promíscuas, mulheres NP = não promíscuas.

As mulheres P, que atualmente são um grande número e todos sabemos disso, (se você não sabia, volte para a terra, imb3cil do car@lh0, sintonize-se e leia mais textos do Blog Verdades Inconvenientes) influenciam DIRETAMENTE no comportamento de todas as outras mulheres NP, mesmo as já compromissadas. Além de desejarem perpetuar a filosofia feminista proposta por algumas, de que a mulher tem de ser “livre” sexualmente. E outras ideologias, eu diria sanguinárias e autodestrutivas, para a reputação moral das mulheres em tempos modernos.

Não raro comento nos grupos do Facelixo que iremos viver numa era em que as namoradinhas/ esposinhas chegarão para os c0rnos dizendo: “ainn mor, saí com ele, mas como amigo, nada a vê ”.

Ou até pior! Então, quando uma mulher P começa a desvirtuar as atitudes de uma “zamiga” (ainda NP), é porque quer igualar (leia-se também: contaminar) sua “rodagem” sexual com outra(s), para ficar tão ou mais “famosa” como uma v@dia dadeira fácil, a fim de não ficar atrás na competição social feminina um dia mais para a frente. Porém o óbvio: um Homem NUNCA vai preferir se relacionar/ casar com uma mulher P que já rodou com todos os amigos dele...em vez de uma mulher NP.

É como você, lá na fila de uma vaga de emprego para fazer entrevista, um carro passar e sujar toda a sua roupa e de mais meia dúzia de candidatos, mas daqueles 3 na ponta da fila não, então a vontade implícita sua e dos demais lameados é de que os outros 3 entrem para fazer tal entrevista sujos também. Uma “igualitariação”, entendeu?
-“Você tem que aproveitar a vida! Vamos pra balada, dar pra aquele outro boy magia e ser feliz! Larga desse mole, ele não te traz emoção! Que casamento/ namoro de m3rda! Vem comigo, vamos curtir!”
- Vou pensar se preciso realmente disso e o que vou, de fato, aproveitar.

- Gastar mais do que tem: os "aproveitadores" p0rr4 loucas financeiros da vida dirão que você não pode ficar guardando grana porque não vai levá-la para o caixão quando morrer. C@ralh0! Mas é justamente para ter uma vida digna e equilibrada que não nos metemos em dívidas, empréstimos e outras dores de cabeça ligadas ao dinheiro que temos de controlá-lo com inteligência, não jogá-lo para o alto fazendo macaquices de ostentação!

É como se sua mente te traduzisse no momento que alguém te dissesse para não ser um mão de vaca: "gaste! Gaste todo o seu dinheiro! Gaste, compre coisas para ostentar e parecer que é feliz, como eu faço. Compre! Se endivide e que se f0da depois! Gaste sua grana pra ficar com quase nada, assim você se iguala a mim, ao menos financeiramente e não sentirei inveja de você, pelo contrário, prefiro ter pena e me sentir um pouco melhor".

Cansei de ver sujeito se f0dendo em verde e amarelo para pagar prestação de coisas que em pouco tempo já tinha dado sua desvalorização ou m3rdas que ele sequer precisava, comprou e depois emprestou dinheiro desesperadamente para itens REALMENTE necessários. Chega a ser engraçado.

Governos têm uma parcela extra de culpa nisso, pois JAMAIS irão aprovar educação financeira já no ensino básico, eles querem mesmo é que todos se “explodam” gastando em demasia e gerando bons índices de economia usando isso como campanha futura.
-“Você tem que aproveitar a vida! Financia esse carro que você tanto quer, depois vê como paga! Não vai levar nenhuma moeda na hora da morte não! Amanhã você tá morto e não comprou!”
- Vou pensar se preciso realmente disso e o que vou, de fato, aproveitar.

- Desesperados por “adrenalina” a todo custo: para muitos, se você não estiver fazendo rapel, ter visitado ao menos uma praia paradisíaca, ter dado perca total no carro pelo menos uma vez na vida ou ter entrado em coma alcoólico naquela festa da formatura da faculdade, você é um(a) b0sta inútil depressivo(a), problemático(a) que tem de ser ignorado(a) e o pior: NÃO APROVEITA A VIDA.

Alguns asnoleiros típicos (brasileiros com mentalidade nula, telespectadores de novelinhas e enterradinhos no mundo da ilusão) nunca compreendem que cada ser humano tem um jeito de ser e de pensar. Vivemos dentro de uma sociedade que acha quase um crime você não ter assistido àquele filme que esteve em cartaz na última semana, mas que c@ga e anda para quantos diplomas você tem e quantos livros já leu ou até mal sabe a real situação de desemprego e serviços de saúde no próprio país. E o pior, não se preocupam NENHUM pouco com isso.

O ideal é sempre mandar à m3rda, pois cada um aproveita a vida com os prazeres e momentos que acha viáveis para si. Mas com moderação. Nunca irrite muito um desesperado, ele pode pensar que você esteja querendo se suicidar, pois na mente dele passa o fato de que não há outra pessoa no mundo que viva tão “intensamente” quanto ele.
-“Você tem que aproveitar a vida! Fica aí perdendo tempo com essas coisas. Tem que fazer isso e aquilo. Pare de ser um fracassado, mimimi’s”.
- Vou pensar se preciso realmente disso e o que vou, de fato, aproveitar.

Conclusão: é claro que ninguém precisa tomar medidas radicais para que não seja enganado ou “sugado” para dentro de uma bolha nociva onde existam c@nalh@s sedentos para que você se “estrepe” na vida igual a eles, mas saber enxergar além de um palmo à sua frente é importante para não ser manipulado, contaminado, ter seu caminho e metas desviados ou pular desnecessária e forçadamente na piscina de m3rda. Lembra dela?

Quem são os contaminadores sociais


Em muitos dos meus textos cito esta expressão "contaminadores sociais", então resolvi descrever detalhadamente QUEM SÃO estes can@lhas que vivem no meio de nós, mas objetivam sempre destruir o que até agora deu certo para a humanidade, além de deturpar, inverter valores e tentar lavar o cérebro dos mais vulneráveis a serem manipulados.

- Homens que ajudam e facilitam mulheres a serem pu7@s: não estou falando de cafetões e sim de caras que elogiam uma mulher promíscua vendendo a ela a ilusão de que o certo é ser "fácil" sexualmente e que são "independentes e livres" rodando por aí. Conheço caras p1nt0s loucos que não param em namoro nenhum e sempre soltam que "mulher tem que dar mesmo!". Obviamente por interesse unicamente sexual estes inúteis contribuem também para a desvalorização da moral feminina. Já escrevi um texto sobre isso aqui http://verdadesinconvenientesblog.blogspot.com.br/2015/12/deixe-de-ser-uma-mulher-idi0ta-homens.html detalhando o porque e quem são estes "homens".

- Gays (não os que pregam gayzismo propriamente, mas...): apoiam a promiscuidade feminina para mais homens se decepcionarem em relacionamentos sérios e aparecerem "disponíveis" a eles. Uma utopia e ilusão bem semelhante à algumas femininas. Não estou mencionando TODOS, excluo aqueles que vivem suas vidas na boa, sem oferecer ideologias ruins ao círculo social em que vivem. Mas outros, por parecerem inofensivos, sequer passam na linha de desconfiança de mulheres. Estes são os que apoiam que uma mulher seja rodada e fácil para que de fato futuramente seja rejeitada pela sua fama de dadeira. São os que geralmente dizem: "- Vai lá miga, arrasa e dá bastante mesmo!". Ou com palavras parecidas. Pois a maioria têm inveja de mulheres por...terem nascido mulheres!

- Gays que pregam o gayzismo: seja no congresso nacional criando cartilhas DESeducativas LGBT's, seja militando ou querendo empurrar a filosofia de que TODOS têm de virar gays e que isso é o mais correto para a sociedade. O que vocês acham que muitos querem dizer com "toda forma de amor é válida" ? Entre outras coisas, pedofilia! Preste atenção e veja por um ponto de vista diferente que o da massa!

- Feministas: por motivos óbvios. Feministas pregam ódio a homens e à deturpação do machismo. Se depender delas o simples fato de nascer homem já será considerado crime, pois o movimento feminista moderno NÃO luta por direitos iguais e sim pela supremacia da mulher perante ao homem. Além de apoiar gayzismo, aborto, sexo livre e consequentemente a DESVALORIZAÇÃO da mulher.

- Mulheres rodadas e dadeiras: querem equalizar a "rodagem" delas com as demais para não ficarem atrás numa possível competição sexual em relação a pretensão dos homens. Querem igualar todas as outras a elas e por isso incentivam as demais mulheres diretamente a promiscuidade.

- Defensores de bandidos: os que acham que marginais que roubam e matam no BR são "vitiminhas" da sociedade e precisam de amparo e suporte. Certamente o fazem porque há algum interesse por trás. É gente suja, imunda e sem escrúpulos, vestidas em pele de cordeiro tentando manipular os mais ignorantes. Se depender destes can@lhas defensores de gente ruim o cidadão de bem vai ter que trabalhar mais para pagar mais impostos para sustentar mais presidiários e menores infratores. E de quebra ficar preso em casa, pois também defendem o desarmamento. São corruptos. Para estes hipócritas um menor assassino não pode ser preso porque não sabe ainda o que faz, mas pode votar para eles mesmos nas eleições.

Para fechar o texto concluo com um comentário que recentemente fiz em uma página que mostrava a foto de um evento pré carnaval, a qual uma mulher seminua estava sendo chup@da por um homem, em meio ao público, no alto de um camarote:

Os "contaminadores sociais", aqueles que pregam o gayzismo e promiscuidade, vomitarão aqui dizeres de que "ela é livre, o corpo é dela e ela faz o que quiser". Espero que estes vermes nunca venham a ter uma filha, porque possivelmente teremos uma geração de pr0stitutas gratuitas.

Como é fácil ser mulher


Muitas de minhas seguidoras vão se irritar com o texto (sim, tem muitas mulheres que leem meus textos e gostam muito), outras tantas vão compreender e as feministas não assumidas vão querer que eu morra, certamente. Mas é um assunto que até Homens têm receio de abordar. Imagine escrever! Ainda mais para a conjuntura social aqui no BR que favorece muito mais o desenvolvimento e defesa da mulher do que algo similar para os Homens.
São pontos precisos que abordarei e certamente vão abrir a mente de quem os lerá pois este texto não tem por alvo denegrir a imagem de mulher nenhuma, nem chorar por desfavorecimentos (como alguns retardados virão comentar "hurrrr vitimismo sexista"), tampouco desfazer alguma ideologia já implantada governamentalmente, pois vejo que mulheres nem precisariam de tanto (elas mesmas nunca se intitularam como guerreiras e fortes como antes visto na história).
- Se por um acaso você sentar no meu colo para o sexo, mesmo sem dizer nada, eu sei o que você quer e se eu não tr@nsar com você, serei tachado de gay, fora as chacotas que sofrerei por não ter comido uma mulher que queria me dar. Por outro lado, se eu lhe tocar (e futuramente até olhar para você), ainda mais se for alguma parte íntima do seu corpo... em minutos você gritará e enquanto a polícia não chega para me prender, posso ser linchado pelo público presente, talvez com sorte saia vivo, mas depois, já na prisão, certamente serei agredido e até estuprado pelos outros presos.
- Se você tem um pneu de seu carro furado, deixa cair algum caderno na rua, demonstra não conseguir carregar aquela caixa pesada, etc. aparecerá prontamente um (ou mais) Homem a fim de te ajudar. Uns com segundas intenções, é bem verdade, outros pelo simples instinto de auxiliador prestativo e atencioso. Se furar o pneu do meu carro TODOS em minha volta ficarão tranquilos porque sendo Homem pensarão que saberei me virar sozinho, só por ser Homem, se deixo cair algo na rua certamente NENHUMA mulher tem obrigação (social) de me ajudar (com ou sem o intuito de me cortejar/ flertar, pois ela será vista talvez como uma "oferecida demais"), se eu não conseguir carregar aquela caixa pesada corro o risco de ser tachado como fracote, além de poder virar motivo de risos.
- Se você precisar de nota para passar de bimestre na faculdade e o professor da matéria for um idolatrador de mulheres daqueles que pensam que só porque um homem quebra o galho para uma mulher ela vai cair de 4 na frente dele, obviamente fará uma forcinha extra para que você consiga os pontos necessários para sua aprovação, só por ter se encantado com sua beleza distribuída neste seu corpo bonito e seus longos cabelos. Já eu, bem... eu tenho que estudar em dobro se quiser atingir a nota que preciso.
- Se você engravida têm um tempo em que é liberada para cuidar da gestação deixando temporariamente o emprego por uma lei trabalhista. Eu, se for pai, não.
- Em eventos sociais você é cortejada, recebe elogios, é a mais observada e admirada por muitos (até por outras mulheres) e em muitos locais até entra de graça. Eu tenho que pagar bem caro, o figurino social me manda pagar uma bebida para você sem ao menos ter te conhecido antes e ainda corro o risco de ser rejeitado somente por ser um homem que parece estar ali para "caçar" presas (mulheres).
- Em certas situações, se você está com uma criança que não é sua... é vista como uma pessoa com o "instinto maternal". Eu corro o risco de ser confundido com um ped0filo.
- Eu até tentei eleger votando em um candidato homem nas últimas eleições para presidente porque o via mais preparado para tentativas de melhorias para a minha nação, mas como as mulheres já votam há décadas e nas duas últimas eleições lá estava uma candidata mulher, certamente foi reeleita por causa (entre outros motivos) de um bom número maciço de mulheres eleitoras no meu país.
- Pela lei nº 13.104 de 2015, artigo1, VI no (lei do feminicídio) se alguém matar uma mulher a pena é maior em comparação se fosse o mesmo crime contra um homem. Ou seja, a justiça do meu país me condenará mais fortemente caso eu cometa algum crime contra uma mulher do que se cometer o mesmo contra um outro homem. Dando claramente a compreender que atualmente a vida da mulher no BR VALE MAIS do que a do homem.
- Eu posso perder o meu emprego a qualquer momento caso meu empregador encontre uma mulher com mais experiência ou formação acadêmica do que a minha, pois existem empregadores manginões (p1nt0s loucos lambedores de salto) que dão prioridade na contratação de mulheres, ainda mais pelo fato de que nunca se viu tantas mulheres inclusas no mercado de trabalho como antes. E concorrer com quem tem "o que os homens querem" (homens manginas no poder) é devidamente injusto.
- Você tem uma delegacia específica para apoio/ suporte. Eu, como Homem, corro o risco de mal ser ouvido pelo policial.
- Há um número altíssimo de homicídios no BR. As vítimas são mulheres e homens. Mas o governo gera campanhas para diminuir somente a violência contra as mulheres.
- O feminismo é visto pela mídia e massas de manobra como algo bonitinho que defende e valoriza a mulher. Leitores dos meus textos já sabem que não é bem assim (se você não é leitor dos meus conteúdos procure pelo termo feminismo nos textos que escrevi e conhecerá as verdades). Já o machismo, que é a condição de atitudes originais masculinas e que de uma certa forma até oferece alguns itens benéficos para mulheres é visto como crime hoje em dia.
- Se você postar fotos seminua na internet muitas pessoas vão dizer que "o que é bonito é para ser mostrado mesmo". Sem contar os elogios que receberá por ser uma mulher "poderosa". Se eu postar uma foto seminu serei denunciado/ escrachado/ condenado por muita gente por ser um exibido ou um tarado doente mental.
- Se você rejeitar um gordo, pobre ou feio (ou rejeitar um homem por alguma característica que ache que não seja viável para si dentro de um possível relacionamento) será considerada uma mulher decidida, de personalidade refinada e seletiva. Se eu não quiser nem conversar com uma mulher pouco atraente ou que eu entenda que não vai rolar a tal "química" serei avaliado como um gay e homossexual não assumido ouvindo gritos de "saia do armário!".
- Você já ouviu pelo menos uma vez na vida que você era a "princesinha do papai". Eu só lembro de ter ouvido que tinha de arranjar logo um emprego para ajudar nos custos da casa.
- Ainda hoje e em certas ocasiões, quando você vai entrar em algum estabelecimento, por exemplo, ouve: "primeiro as damas". E tem prioridade no ato de entrar. Eu tenho uma certa pressão social em cima de meus ombros para ter que ficar na chuva e emprestar a proteção de meu guarda chuva a uma mulher, caso ela esteja ainda do lado de fora.
- Na academia, se você pede alguma orientação do instrutor é prontamente atendida, pois é bonita e exala sensualidade dentro destas roupas que despertam o tes@o em qualquer homem. Se eu pedir ajuda, no máximo escuto um "pera aí".
- Na guarda de uma criança, a prioridade SEMPRE foi você, é com você que seu filho fica no caso de uma separação. Salvo raras exceções da nova guarda compartilhada, por lei. E eu ainda sou obrigado por lei e te ajudar a pagar as despesas do filho, mesmo não acompanhando de forma frequente o dia a dia do desenvolvimento do mesmo.

O que NÃO fazer para que seu relacionamento dure



Algumas pessoas me sugeriram escrever algo sobre como manter um relacionamento. Eu já disse várias vezes que não sou conselheiro amoroso ou coisa do tipo. Porém tenho absoluta certeza de erros que você NÃO deve cometer para evitar f0der sua relação, como vejo muita gente fazer. São eles:

- Lugares: esse é um erro primário, pois balada NÃO é lugar para gente comprometida se divertir. Bares com pistas de dança, shows de artistas, churrasquinhos com put@ri@ e festas universitárias TAMBÉM não. "Ainnn, mas eu vou com meu namorado e a gente se diverte junto". MENTIRA! Um dos dois (quando não os dois) SEMPRE serão submetidos a flertes, olhares e desvios de comportamento. Isso é relacionamento aberto. Se está ali é porque procura caso, não importa se está acompanhado(a). Você não pode enfiar na cabeça das pessoas ali presentes que seu parceiro(a) é só seu(sua) pois quem frequenta compreende que há TOTAL favorecimento para possíveis aproximações com segundas intenções. Já vi muitos casais brigarem e até terminarem namoro em lugares como esses. Um bebe um pouco mais ou o outro dá o famoso "perdido" em algum momento e está feita a m3rda. A maior causa de discussões em namoros é o local errado que escolheram para ir.

- Anular a cumplicidade: preferir fazer tarefas sozinho(a) quando a outra pessoa poderia te acompanhar e auxiliar. Não estou incentivando ninguém a grudar em ninguém e não desgarrar, mas a partir do momento que um abandona hábitos que antes faziam juntos com o sentimento prazeroso de companhia é porque algum pilar da base da relação é instável. Viver de segredinhos também é uma m3rda para o relacionamento, pois denota falta de confiança no outro.

- Manter contato com ex: isso incomoda e irrita profundamente homens e mulheres, então ENCERRE COMPLETAMENTE sua história e QUALQUER TIPO DE CONTATO com casos passados. E nem o faça escondido. Em casos mais graves ocorrem até mortes.

- Dedicar mais tempo com amigos do que com seu parceiro(a): aqui tem de haver um equilíbrio. O que a outra parte não vai engolir é você começar a atrasar em compromissos que marcaram de fazer juntos, se enfiar em festinhas ou algum evento que lhe tome tempo extenso e ainda em algumas ocasiões c@gar e andar em dar alguma satisfação para seu parceiro(a) sobre o porque da ausência. Se vai ficar a vida toda jogando video game ou em piscininhas com amigas NÃO namore.

- Não aceitação da rotina, mesmo que pacífica: aqui o problema é das mulheres, que desejam um relacionamento com "surpresas", emoções, sustos, frio na barriga e a p0rr4 da eterna mania de querer SEMPRE alguma coisa diferente. É interessante alguma viagem, passeio diferente, restaurante diferente e até o gênero de um filme diferente do que normalmente curtem, ás vezes. Mas aguentar mulher que EXIGE e COBRA novidade TODO fim de semana é ficar cuidando de menina que não amadureceu e parece nunca ter tido pai que a levasse no parque brincar. Se existe rotina, mesmo que tranquila é porque existe alguém que aceite ficar do seu lado e te ter como a mulher dele. Racionalizem isso ou NUNCA ficarão satisfeitas.

- Aceitação zero da sua família: é importante que seu parceiro(a) seja bem visto por pelo menos as pessoas da sua família que são mais próximas a você. Se NINGUÉM aprovar seu relacionamento é porque tem alguma coisa errada e só você ainda não enxergou.

- Influências externas (o mais grave): tanto os p1nt0s loucos zoneiros ou baladeiros colegas do seu parceiro quanto as "zamigas" v@dias da sua namorada podem ferrar facilmente a relação de vocês. Algumas pessoas são especialistas nisso porque NÃO conseguem ver o lado bom em duas pessoas juntas, mesmo que uma delas seja uma amizade de anos. Fiquem espertos com filh0s da pu7@ que inventam picuinhas, convidam seus parceiros(as) para pu7@rias e os puxam para a traição direta. Além de ser necessário SEMPRE avaliar com quem anda a pessoa que você vai assumir compromisso. Nas famílias também podem haver cretinos invejosos, então fortaleçam-se contra isso. E claro, aqui neste item é importante lembrar sempre que NÃO EXISTE amizade entre homem e mulher sexualmente ativos.

- Falta de respeito na frente de outras pessoas: comparações com outros são fatais, além de fazer sua namorada(o) motivo de chacota entre a turma de amigos ou dentro do círculo familiar. NUNCA, JAMAIS, EM NENHUM MOMENTO menospreze NEM POR BRINCADEIRA seu parceiro(a) fronte a demais pessoas. Pois isso pode ser irreversível.

A solução é privatizar o congresso BR

Quando eu preciso de um reparo em meu carro, como eu não sou mecânico, eu o levo a uma oficina. Quando eu preciso providenciar um bolo de aniversário para uma festa e eu não sei fazê-lo, eu encomendo um com uma boleira ou numa padaria. Quando está na hora de declarar o imposto de renda eu recorro a um contabilista. Quando preciso fazer uma reforma na parte elétrica em minha casa e eu não tenho conhecimento para tal, eu chamo um eletricista. Quando tenho algum problema mais sério de saúde e não sei como resolver eu marco consulta com um médico. Nestes comparativos podemos concluir que terceirizamos muitos serviços que não são de nossa competência natural.

E é com esta teorização que lhes pergunto: se brasileiros genuínos, ao longo de décadas, não conseguiram fazer de um país imenso e "rico" uma terra desenvolvida e que opere na ordem e no progresso, porque não PRIVATIZAR o comando a quem pode e mostra ser mais competente? Porque não radicalizar removendo mais de quinhentos parlamentares (fora ministros, secretários, assessores, etc.) que se julgam nossos "representantes" no congresso para um comando estrangeiro, mas efetivamente capaz? Quem? Ora, olhe para os países de primeiro mundo desenvolvidos por eles mesmos! Loucura? Nem tanto.

No que os alemães são mestres? No que os japoneses são insuperáveis? No que os americanos se mostram os melhores?

É como contratar os melhores jogadores para o seu time, simples. Imaginem por exemplo a contratação de 100 japoneses para comandarem o ministério da educação. E que tal algumas dezenas de europeus também devidamente diplomados e experientes na área médica administrarem o setor da saúde? Americanos poderiam ser chamados para gerenciar a segurança pública (que tal russos aqui hem?). Alemães ou suíços comprovadamente competentes em finanças dariam um destino melhor para nossas verbas do que alguns políticos BR deram alguns anos atrás quando foram pegos com dinheiro até na cueca.

Crime de corrupção? Constituição atualizada para punir os responsáveis com deportação e prisão em seus países (onde a lei para quem rouba ou aplica golpes é REALMENTE cumprida, bem diferente daqui). Além de multas a serem pagas.

Não dizem que o brasileiro é corrupto e metido a malandrão por natureza? Então...porque está achando a ideia esquisita? Contrato de profissionais estrangeiros com conhecimento também político seria por 4 anos renováveis por mais 4. Mais prático impossível. O que fariam os centenas de colarinhos brancos hoje em Brasília? F0dam-se eles. Que arrumem outro emprego.

"Mas a troco de que os grupos estrangeiros fariam isso?". Ora, a troco de salários que estes profissionais talvez não conseguissem em seus países de origem. Atualmente muitos países desenvolvidos passam por índices de desemprego preocupantes também. Então, se NÃO HÁ gente competente aqui que ganhe MILHARES DE REAIS para administrar nossas verbas, nada mais lúcido terceirizar tal serviço a quem pode operar de forma eficaz e talvez por salários até menores do que os dos nossos caríssimos engravatados que aqui estão.

Oposto ao bolivarianismo esta nova "privatização" da administração de nosso dinheiro arrecadado pelo corpo de governo contatado teria a rígida fiscalização de outros órgãos estrangeiros, talvez. Vide exemplo da intromissão dos americanos na atual investigação de lavagem de dinheiro e corrupção na Fifa, entidade europeia. Porque um grupo competente não pode fiscalizar a corrupção de um governo de outro país também? Basta simplesmente autoridade e transparência para isso. Já que estamos TODOS estafados de tanta imundice pelo BR adentro...não diga que não seria uma boa ideia.

Aqui no gerenciamento público BR não privatizaram várias empresas estatais? Proponho então a mesma ideia para darmos cidadania a um grupo (bem menor do que a quantidade de parlamentares hoje no Congresso) de estrangeiros comprovadamente aptos em suas áreas e eficazes no manejo de contas públicas. Não me venham dizer que não posso defender culturas de fora e que só valorizamos coisas de outros países e mimimi. Isso é coisa de cego social br.

Quem mama nas t3tas do governo há anos, varre sujeiras para debaixo de um tapete grande e velho, não nasceu com índole incorruptível e lê este texto no momento...ficou um pouco preocupado. Isso eu garanto.

A mulher moderna é uma mulher "contaminada"


Para começar, saibamos que: mulher moderna = modernete, mulher que odeia o formato tradicional de família, se deixa levar por modismos nocivos à reputação dela própria (promiscuidade), tem círculo de amizades com outras mulheres também imorais, prega falsas liberdades sexuais que ela insiste em entender que são virtudes, acha opressão quaisquer atribuições como mãe de família e esposa, possui inclinações feministas, vê o homem como um simples macho utilitário, é adepta a relacionamentos abertos, é falsa e fingida com erros que comete (como traições), é manipuladora e grita aos quatro ventos que é "livre" e que não precisa de homem.

A declinação da eficácia e qualidade do processo de educação dado pelos pais "modernos" e da libertinagem sem freios fez com que as novas gerações de homens se tornassem mais molengas e sensíveis e mulheres se tornassem mais reveladoras de seus lados desprezíveis antes não notados.

Eu não apoio muito a conclusão de alguns especialistas em comportamento feminino que insistem na teoria de que mulheres SEMPRE tiveram seu lado obscuro, mas somente agora é que estão se revelando como são, por conta do avanço da tecnologia nos meios de comunicação, pela nova ordem nas interações sociais dentro de uma sociedade mais tolerante com ideologias cretinas. Porque? Um motivo é porque as pessoas, em épocas diferentes, tiveram comportamentos e influências diferentes umas das outras SIM. As influências e costumes são bem distintos de décadas para outras. Outro motivo é a involução causada pelas inversões de valores e forte e maciça campanha da mídia nojenta que vem ao longo dos últimos anos apelando de todas as formas para que sejam impostos estilos e filosofias de vida prejudiciais à sociedade moderna.

Vejam suas mães ou avós: elas NÃO se inspiraram em pr0stitut@s. Vejam casais de idosos que completam 40, 50 ou mais anos juntos: eles não foram "contaminados" pelo imediatismo e outras m3rdas que influenciaram na vida a dois (como relacionamentos "abertos", por exemplo). E tem gente que acha isso (a união de longa data) "opressor" para a mulher. Pois é. Quem acha isso são os vermes contaminadores sociais os quais me refiro em alguns de meus textos.

Então acredito muito que a "contaminação" da mulher moderna se deu muito mais pelo feminismo e cópia de comportamentos de outras mulheres indecentes e desorientadas achando correto isso, além do estilo de vida despreocupado em relação à própria reputação em sociedade. Não raro já estamos vendo mulheres se "orgulharem" de serem dadeiras e algumas até já se autodenominando pu7@s, assumindo tal rótulo. É o que vemos no caso da mulher que trai o parceiro e passa uma imagem de "poderosa" e feliz e também a de uma "vencedora" quando se separa dele. As mentes femininas mais vulneráveis, vendo este modelo de comportamento, passam então a acreditar que uma mulher destas é um modelo feminino a ser seguido e imitado. Porém os Homens passam a não mais aceitá-las pelas atitudes e pelo seu passado/ história que um dia ele fatalmente e certamente tomará conhecimento.

Mulheres modernas se influenciam fortemente umas pelas outras e as más companhias podem moldar a maior parte da personalidade de uma pessoa. Podemos observar a essência da competitividade quando notamos o simples fato de uma comprar um certo sapato e a outra querer saber onde foi comprado porque quer tê-lo também, por exemplo. Nenhuma quer ficar abaixo da outra. Nenhuma mulher quer ser a sombra de uma outra dentro da sociedade.

Em eras passadas as mulheres, quando começavam a se perceber mulheres, copiavam comportamentos e estilo de vida de suas mães: casar, ter filhos e ter um homem só dentro da relação. Atualmente elas se espelham em figuras vergonhosas de mídia e em outras mulheres do seu grupo social que as levam para a trilha ilusória do "ser livre" e "independente". V@dias, golpistas, interesseiras, infiéis, jogadoras, enfim, os piores tipos são formados nesta etapa de formação de personalidade.

Portanto é importante deixar bem claro que a culpa é das "maçãs podres". Que hoje são muitas infelizmente.

Feliz será aquela mulher que não se deixa "infecionar" pelos vírus ideológicos engenhosamente espalhados por manipulações sociais que objetivam tornarem-nas apenas um corpo descartável e nada mais.